Nos céus uma nuvem escura aproxima-se

As ondas do oceano num balanço leve,

Suave e calmo como o vôo das gaivotas

Lentamente param.

 

 

Na baía de Babitonga uma estranha melodia

está no ar, como as poeiras da estrada.

No arvoredo cantam passarinhos,

estranham-se papagaios e tucanos.

 

 

Guia-nos uma suave brisa,

leva-nos para um lugar de graça.

Onde será esse lugar

tão esperado e sonhado?

 

 

Um paraíso na terra ouvimos dizer,

que há por trás de tanto amor.

Seria um sonho encantado,

uma releitura do passado?

 

 

Onde está você agora Flávio,

olha lá dos céus seu reino encantado.

Viveu onde quis ter liberdade,

não só de caminhar, mas de voar.

 

 

Quantos sonhos realizados.

Quantos projetos não executados.

Quanta capacidade desperdiçada.

Quanta candura no trato ás pessoas.

 

 

Na escolha da vida livre, levando bondade, 

sorriso sempre estampado no rosto.

Nada era seu, tinha como lema servir,

agora servirá lá no céu!

 

 

Quando do entardecer chuvoso

vemos as garças ao longe cobrirem

as copas das árvores das ilhas,

lindas como as dos natais.

 

 

Resplandecem as coisas do mar

como presépios e ali a estrela maior

é você Flávio como uma criança a sorrir

vê o presente que um dia sonhou.

 

 

Seus minutos correram céleres,

sua vida foi passando.

Coloque nos altares onde adormece

as mais puras e alvas orquídeas floridas.

 

 

Agora veja aquele bando de aves que tanto amou.

Baixe seu olhar para o mar e lá estão os peixes,

o mangue que preservou tanto para que

houvesse reprodução de vidas.

 

 

Aproxima-se uma carruagem de anjos.

Flávio, agora o vento serenou.

Há só amplidão

na majestade dessa noite augusta

realize seu último vôo

rumo ao infinito!

 

 

 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados