Vem, senta aqui ao meu lado

 

No sentir, no ver e no falar

toda uma imensa gama de alegrias

surgem a cada instante

trazem luzes, boas auras.

 

Quisera ter o poder de acalentar

e afagar aqueles que precisam

não de bens materiais

mas de carinho, emoções, um olhar.

 

Se ao dizer eu gosto de você

faz bem a quem nos ouve

melhor sabermos que à luz da verdade

conquistar é um sublime encantamento.

 

Permanecer quer de dia ou a noite

sentado lado a lado

colocando o coração numa redoma

é como ter aromas e perfumes de todas as flores.

 

Na ternura transportada até o por do Sol

que dizer das caminhadas incansáveis

para atingir agora auroras

como um pedido de perdão... é a redenção.

 

Se nas estradas pisoteadas

à sua margem vemos roseirais em flor

não sentimos espinhos

apenas pétalas multicoloridas.

 

Senta aqui ao meu lado

observe o pássaro que voa e procura abrigo

escute o ruído das ondas do mar

nada diga, sinta o bater do coração

que linda sinfonia!

 

 

 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados