Se eu estivesse num mundo sem coloridos

Se eu estivesse num mundo sem sons

Certamente não teria que bendizer.....

O momento em que nasci!

 

Se eu estivesse num mundo

Sem arrebóis e flores

Seria envolta em penumbras

Toda a Terra... sem sóis

E músicas no ar!

 

Se nos foi permitido  à noite

Vislumbrar horizontes ao longe

Que dizer ao ouvir

cordas sonoras de

harpas e pianos e de

um violino a destacar-se ao luar!

 

Se nos foi permitido por Deus

Ter a sensibilidade da audição

No silêncio total da escuridão

Sentimos a vibração

De todos os astros dos céus!

 

Na efêmera vida do ser humano

Predestinados somos ao contemplar

O encantamento de uma poesia

Mesmo nas divagações ocultas

Do poeta que sufoca

Tantas emoções!

 

Mais do que nunca

Que nosso olhar

Percorra o manto negro dos céus

E possa contemplar em cada estrela

Brilhante e prateada

Os olhares de todos aqueles

A quem temos

 Muito amor!


 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados