Alterosa das paisagens sacras, barrocas, de Jesus

das igrejas, capelas, oratórios, catedrais

contrastam campos verdejantes, serras, matagais!

 

Tu és menina, moça, anciã

Tão bela quanto as palmeiras e coqueirais

Que altaneiros, espreguiçam-se

no seu balouçar

                  

Serra Del Rei, enlaças desde o alvorecer

a terra sempre cobiçada

e no esplendor das pedras  preciosas

acalanta sonhos, desejos, ilusões !

 

Nas obras de Niemeyer, Burle Marx, Portinari

você Belo Horizonte

sai do esboço de uma adolescente

pra se transformar

numa bela mulher !

 

Ó Deus de todos nós,

permita que anjos barrocos do Aleijadinho

anunciem que estrelas cadentes

em todo seu esplendor, escreverão seu nome 

bem alto... lá nos céus !

 

 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados