FILHOTE DE SABIÁ ESCONDIDO NAS FOLHAGENS

 

 

Interessante é a natureza e tudo que nela está.

Para quem mora numa casa com jardim e quintal, há espetáculos dignos de serem filmados.

O cruzar constante de passarinhos acima das árvores de jabuticaba, laranja, limão e hibisco, encantam deveras.

A graciosidade do pousar nos galhos como se uma valsa escutassem, e dali saíssem bailando suavemente, é mesmo de encantar.

 

 

NINHO NA LARANJEIRA

Como em tudo tem de haver um compartilhamento, eu e a Laika, minha cachorrinha, temos recebido visitas de uns sem teto, que ocuparam sem pedir nossas árvores frutíferas, nossa grama, a lavanderia, enfim, tudo que está no meu quintal.

Em várias árvores há uma infinidade de ninhos de sabiás, corruíras, sanhaços e outros onde ovos foram ali colocados e são cuidados diuturnamente pelos seus donos.

Ai que alguém deles se aproxime... É aquela gritaria e atenção redobrada.

As sabiás em relação aos demais passarinhos, parecem gigantes, porque estão gordinhas e crescidas demais.

 

 

NINHO DAS CORRUIRAS

Numa casinha de passarinho que está no quintal e onde coloco banana, ração e água, nasceram quatro corruíras que piam o dia todo pedindo comida.

É aquele vaivém dos papais até o anoitecer para abastecer aquelas boquinhas gulosas e barulhentas. Também, um já daria aquela mão de obra, agora imaginem quatro!

Agora, um filhote que nasceu já faz algum tempo e está bonito, forte, emplumado, com o rabinho comprido, é um grande preguiçoso.

Por causa dele a Laika não posso deixar ir no quintal. Ela eu não sei se quer cheirar o pestinho ou abocanhar!

 

 

MÃE SABIÁ TOMANDO CONTA DE NÓS E DO FILHOTE

Acontece  que outro dia, deixei que chegasse mais perto dele e o safado saiu pulando e gritando fazendo com que os papais viessem logo nos beirais do telhado ver o que acontecia e começassem a dar aquela bronca em nós duas... Ora bolas.

Fico invocada como um passarinho já crescido, esperto, que chama a mãe para levar-lhe alimento, esquiva-se em voar. Qualquer ruído ou movimentação ele corre pra debaixo dos pés de hortênsias e outras plantas que estão rente ao muro da vizinha, fazendo com que nos sintamos invasores do nosso próprio espaço e ele o coitadinho, sem eira nem beira, que tem de refugiar-se dos predadores que somos nós... Hummmmm!

Agora a situação é seguinte: eu nem posso ir na lavanderia porque perturbo o ninho da sabiá com seus ovinhos que estão sendo chocados.

 

 

NINHO NA LAVANDERIA

A Laika não pode mais tomar seu banho de Sol na grama, todas as manhãs, pra não assustar o fedelho do filhotinho preguiçoso que todo garboso desfila por todo nosso quintal.

Vocês acham graça? Eu também!

Já imaginaram que depois vem a necessidade da creche e da pré escola?

Onde pedirei reintegração de posse urgente?

 

 

CASINHA ONDE COLO ALIMENTOS PARA OS PÁSSAROS

 

 

 

PITANGA TRAZIDA PELA MÃE SABIÁ PARA O FILHOTE



 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados