Nas tardes serenas, sonhadores debruçados em suas mesas, esquecem afazeres urgentes, pensam na mulher amada e que está distante.

Quando no horizonte avista-se o Sol despencando por entre as montanhas, vem uma grande saudade, e, a vontade imensa de viver.

No ar, há perfumes dos florais que esparramam-se por entre arbustos e orquídeas, e, naquela imensidão de céu muito azul, busca-se tudo que de mais belo existe nos pensamentos.

O homem está sempre a procura de algum dom que o permita sonhar, voar para o além da imaginação.

Nos encantos da frase quando diz para a primeira namorada... te amo, nada surpreende, nada agride, ali, naquele momento tudo é encanto, mesmo pode rolar aquela lágrima que dizem da sensibilidade juvenil.

Quando maduro, já adulto, os sonhos são mais reais, o voo é na procura do  mais seguro, de encontrar um caminho mais suave, menos tortuoso, mais direto.

Quando este alguém que o tempo desenvolveu sabedoria suficiente para dizer com toda tranquilidade... eu te amo... é porque sabe o que sente e se lágrimas rolarem, é por pura emoção... o momento é único... e só entre duas pessoas que se querem pode haver aquela troca de olhares tão significativos, aquele aperto de mãos, aquele beijo suave.

É um mergulhar no sublime campo do amor...

 
 

 

 

 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados