Na contemplação que nos faz emudecer

ante uma figura que se alonga à nossa

presença e se encurta, na distância!

 

Mulher... na retina sempre está

que emudece face à maternidade

e engrandece na dor e

no entoar preces.

 

Mulher... Rainha sem coroa

na fonte vem tingidas as marcas

da benevolência e do amor

transmite liberdade e justiça!

 

Nunca curva-se ante o revés.

Se vitórias não conhece

derrotas a fazem superar-se

e ressurge forte como as alvoradas

em todo amanhecer!

 

Ama a vida refletida nos filhos

que Deus lhe entregue a cada dia

não uma rosa

mas todos os jardins cobertos de flores.

 

Nas campinas o aveludado do verde impera

contrastando com o azul do céu.

É ela que nas noites enluaradas ou não

debruça-se sobre o berço do filho

e que linda fica!

 

Que na velhice tenha todas as bênçãos.

Quero bendizer oh! mãe sua vida

e entrelaçar com nós dourados

as almas de todos nós seus filhos!

 

Aprecio-a oh! Mãe querida

no palco iluminado onde desncansas tranqüila

e que todas as luzes

repousem na sua glória!

 

 

 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados