Quando cursava na Universidade do Esporte uma Pós em Administração Esportiva, um colega perguntou-me porque estaria ali a participar de um curso voltado para uma área de tamanha importância, mas que ainda não recebe a devida atenção como deveria, do empresariado, dos profissionais e das próprias instituições escolares e esportivas.

Disse-lhe que o traço mais importante e marcante dele era a oportunidade que dava às pessoas de qualquer formação profissional, em ter contato com as atividades que envolvem os esportes de modo em geral.

A modernidade exige que o homem se envolva e se direcione para organizações cujas características estejam voltadas essencialmente para a ordem social.

Sabemos que valores não se perpetuam atualmente.

Há uma renovação de idéias incrivelmente rápida porque a sociedade está extremamente complexa.

Pelo esporte, valores estão agregados em todas as camadas da sociedade, e participar dos estudos, debates e receber conhecimentos maiores na Universidade, tendo acesso a temas onde profissionais da mais alta capacitação profissional dão suportes de forma moderna, é de suma importância.

Fazem-nos assim sair da fase do estudante que não faz trocas, é individualista, para ser aquele que compartilha com as experiências e vivências, de todos.

Poderei afirmar que isso é Educação no seu mais elevado jeito de a vermos.

Quando países menores que o Brasil sobressaem-se nas competições esportivas e ate recreativas, ficamos a indagar onde está o erro.

Falta um debate mais aberto, abrirem as instituições suas instalações à comunidade para que as pessoas do bairro possam ali desenvolverem suas aptidões, campos esportivos em cada bairro com um profissional habilitado para o treinamento, enfim, haver uma mudança geral.

Envolver a família e toda a sociedade no processo e tirar as crianças e adolescentes das ruas, colocando-os para a prática saudável dos esportes, tendo ainda aquilo tão esquecido entre nós atualmente que é o lazer com todos os componentes da família.

Não vemos mais familiares reunidos ao redor da mesa nos momentos das refeições, onde seguiam-se certos conceitos religiosos, de postura e forma de agir.

Ali eram transmitidos valores, conceitos e havia noções de ética.

Pelo esporte sabemos que mudanças podem ocorrer no seio familiar, escolar, da comunidade e de toda uma Nação!

Como educadora foi isso tudo que levou-me aos bancos escolares em uma Universidade do Esporte.

Ali muito  aprendi.


 


 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados