Sempre penso que somos como uma canção tocados por instrumentos sonoros e, quando de um abraço, sentimos no toque o conforto de dizer... senti muita saudade de você.

Em tudo há uma colheita, porque semeamos para que surjam belas flores, e, ao regá-las, indicam que gerarão sorrisos e lágrimas de alegria.

Com aquela sublime melodia carregada de leves ventos, ele pode servir para emoldurar o quadro que está na sala com móveis de vime.

Quando observo o que transparece num simples olhar, recordo das estrelas que enfeitam o céu e a velha canção tocada naquele violino deixado na cadeira de balanço, trás não o vento, mas a brisa que aproxima-se ternamente com doçura.

Quero agora olhar para você, procurar suas mãos, nada falo, nada digo, apenas ouço sua voz esperando um abraço afetuoso. Com toda a sensibilidade pelo-lhe que me encaminhe por estes pedacinhos de calçadas porque por eles voltarei até você.

Aqueles defeitos que lhe digo ter, também procuro os meus.

Aconchego-me agora nos tortuosos labirintos da razão esperando nos seus braços encontrar paz.

Que pelo chão não se encontre as amareladas folhas derrubadas pelo vento.

Agora minhas noites serão bonitas, não existem ondas bravias, foram-se as amarguras, tudo é tranquilidade, raios de sol envolvem as aves que graciosas enfeitam o céu todo azul.

À minha frente vejo alma e um imenso coração trazendo poemas e canções com ternura.

Quero ter você com aquele amor surgido vagarosamente junto as nuvens da paixão que jamais desvanecerão.

Um botão de flor explodiu ao sentir o calor vibrante do Sol em suas pétalas rosadas... que assim seja porque aquele beijo tão esperado agora será sentido, provado e iluminado!!!

 

 

 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados