O homem julga-se um ser superior, tendo acesso à eternidade.

Porém, vê-se frente a frente com a sensação do nada, muitas vezes debate-se no incógnito do que é sua vida, sua direção, para onde caminha no hoje, onde chegará num amanhã com capacidade extrema de analisar o que foi, é, e o que será.

Seria uma realidade cruel isso tudo? Quando paramos para pensar nas decisões tomadas, outras não arbitradas e ainda aquelas que influenciaram nas vidas não só nossas, mas nas ao nosso redor, vemos que nem sempre fomos tão capazes como almejávamos.

Conhecemos a vida? Eis a questão.

Na extrema sabedoria dos que na lucidez decidiram, o tempo distante parece mais ameno, e, dispersadas todas as nuvens do desconhecimento, insondáveis talvez, as causas e efeitos jamais refletirão na felicidade ou na desilusão, porque sempre haverá aquilo que chamamos de... Esperança!

Na angústia das recordações do passado, nem sempre auspiciosas, os imprevistos, a falta de claridade, as lágrimas e até sorrisos, nos levam a pensar que aquela flor recebida com um abraço, trouxe junto alguma aragem suave, com matizes florais e aquele sorriso tão esperado.

Quando o vento da desilusão sufoca, qualquer ruído assusta, a alma pode até emudecer, mas nunca desbotará e aquele raio de Sol penetrante, traz com ele aromas, encantos, e todo o infinito numa simples réstia de luz...

Diga-se, sempre haverão imprevistos em nossas idas e vindas. Onde estarão aqueles momentos de amor puro e sincero, onde guardaremos as saudades que brotam a cada instante?

Assim desconsertados, faz-se aquela interrogação... porque injustiças ocorrem, porque não há fidelidade, sinceridade e bondade nos corações?

Naquele turbilhão do pensar constante, quantas dúvidas, meu Deus!

Num mundo programado para a contemplação, o ser humano descobre segredos não revelados, atitudes inconscientes e aquela superioridade tomba, aqueles abraços tão desejados evaporam-se infalivelmente como as brumas do mar!

 

 

 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados