Tenho o coração sangrando

Da vida trago alegrias e tristezas

das tristezas não trago mágoas

das alegrias tenho saudade

 

Na nostalgia das saudades

das lembranças sempre presentes

tornam-se ausentes as tristezas

roem a alma as ausências

 

Tenho o coração sangrando

Não há valores nem amores

Nas gotas das lágrimas diluem-se

as brumas do esquecimento

 

Na nostalgia das saudades

somam-se alentos infindos

esconde-se na penumbra

a sombria solidão

 

Como os sonhos de um viver

anseios estão trançados numa teia

O arco-íris cristaliza cores

A vida escondida e vazia

dispersa-se no vazio das ilusões

 

 

 

 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados