Quando numa leitura o assunto é homem e mulher... a coisa fica séria.

Aquela idéia do passado de que a mulher é um altar onde o homem a santifica não mais existe.

Isso foi dito por Victor Hugo, quando ele lindamente escreveu sobre os dois.

No entanto, para os sensíveis, os românticos, os apaixonados, tudo que o escritor postou é verdadeiro. Para ele a mulher é uma deusa, intocável, terna, emotiva, pura.

Existem verdades como homem ser mais razão, centrado, analítico, observador.

Há ao meu ver, homens que são alados, anjos que protegem, assim agem mas, também esperam proteção, amparo.

Românticos, até penso existirem na atualidade uns trinta por cento apenas, porque a mulher na busca da igualdade, foi perdendo a pureza, a sensibilidade, o aquilo de um amor e uma cabana!

Na busca de segurança, do êxito profissional e pessoal, faz da profissão uma grande meta.

Nessa guerra entre o coração e a razão, prefere que filhos sejam educados nas escolinhas esquecendo que papel de mãe é da mãe.

Nessa miscelânea de comportamentos, o ontem é passado, o hoje já é ontem e o amanhã o que virá?

Disse Victor Hugo... O homem é fortaleza, templo, herói, a mulher um altar onde nos ajoelhamos! O homem é o oceano, a mulher o lago!

Que bom... penso isso também.

Bons tempos aqueles em que na visita a uma mulher, nas mãos de um homem vinha sempre um ramalhete de flores!

 

 

 

Deixe aqui o seu recado para a autora

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados