Como num espelho

quero ver-te por

inteiro

 

Corpo, alma,

alegrias, tristezas

amores, paixões

que já sentistes

 

Como num espelho

quero poder

 no mel dos teus olhos

também fitar-me

 

No espelho

com bordas lapidado

uma surpresa!

Teus sonhos

embalados em

celofane vermelho!

 

Na candura de

um abraço

na sensibilidade

das mãos

no ouvir baixinho

tua voz

arrepios

 

 Viver de amor

quem dera pudesse

 

Que surjas radiante,

Banha-te no perfume

das rosas

do meu jardim

 

 

 


 


 

Pelo EnvioWebaguia

Pelo Outlook

 

Fale com a autora:  lyzcorrea@hotmail.com


Adicionar este site aos seus Favoritos
|    Home    |    Menu    |    Voltar    |

|    Livro de Visitas    |



Desde 29.01.2010,
você é o visitante nº


Página melhor visualizada  em Internet Explorer 4.0 ou Superior: 1024 X 768
Copyright© A Gralha Azul - 2009 - Todos os Direitos Reservados